Histórias
14 maio 19
Você é mais do que vê: para além das selfies

O espelho fincou como principal conceito deste projeto. Um item que possui os mais variados tipos de interação com as mulheres. E vários tipos de sentido. Algumas amam se observar, com direito a deixar uma marca de beijo no vidro. Outras olham vez e outra só para garantir que a blusa não está do avesso. Outras nem se atrevem graças à “ideia pronta” de que não curtirão o que veem.

Eu sou um misto dos dois últimos casos. Às vezes, eu me olho, como para desafiar o espelho. Em outras, meu olhar é furtivo, sem profundidade, para não correr o risco de encontrar “defeitos”.

Eu tenho reaprendido a me ver para alcançar o nível 1, pois se olhar pode ser o início da autoaceitação.

E selfies podem ser uma faca de dois gumes.

… Continue lendo

Stefs Lima
Jornalista, fundadora do Contra as Feras e ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I Am That Girl. Vê a escrita como superpoder de criação e de comunicação capaz de tornar o mundo melhor.
20 set 18
Razões para continuar vivo por Matt Haig

Hoje, trago uma indicação de leitura. Pensei em fazer uma resenha do título em questão, mas está aí algo que tenho dificuldade: desenvolver texto que envolve um livro de memórias e assim por diante (algo que tem mudado ultimamente). Ainda mais este que retrata tópicos que não há o que discutir a não ser recomendar.

Por isso, eu escolhi trazer as razões de ler este livro que foi muito importante ao longo dos meus estudos sobre depressão e ansiedade (e que tento manter apesar da rotina). É uma leitura até que bem leve apesar de ter alguns gatilhos – ansiedade, depressão e suicídio (que não contam com relatos muito explícitos, a não ser o suicídio que é o tema que o abre). Acredito que este título é uma ótima indicação para quem não domina muito sobre esses assuntos e que ainda carrega muito tabu em seu coração.

Os motivos para eu ter lido Razões para Continuar Vivo foi graças ao TWLOHA (To Write Love On Her Arms). Fiquei bem contente quando vi que a Intrínseca o traduziu e não hesitei em comprá-lo. O único delay real que existe é a postagem deste texto que, por conta disso, acabou no meu próprio esquecimento.

 

… Continue lendo

Stefs Lima
Jornalista, fundadora do Contra as Feras e ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I Am That Girl. Vê a escrita como superpoder de criação e de comunicação capaz de tornar o mundo melhor.
24 ago 18
Conselho 5: O tempo não é seu inimigo

Nem acredito que este texto vai finalmente sair da mente para este site bonito. Eu enrolei demais para escrever, embora eu havia dito a Stefs que gostaria de participar da tag dos conselhos. Sim, eu sou pidona, entrona e tudo de “ONA” no exagero mesmo. Primeiro porque amo textos. Segundo porque acredito que eles podem fazer a diferença na vida das pessoas. Então cá estou eu.

Meu tema é o tempo (e olha que esse tema já foi do Guilherme em um encontro do I Am That Girl – que eu infelizmente perdi) e o considero poderoso. Por tal poder, na juventude em geral, ficamos de birra com ele e leva alguns anos (tempo?!) para que a gente se entenda com o relógio da vida.

… Continue lendo

Contra as Feras
Conversas, histórias, empoderamento e inspiração na voz daqueles que também possuem muito o que dizer sobre suas batalhas diárias contra as feras.
23 maio 18
As cores do armário

Entre máscaras e cabides, como viver escondido entre ser herói e vilão?

O filósofo inglês Francis Bacon disse uma vez que “todas as cores concordam no escuro”. Em tempos de intolerância e de iniquidade, qualquer sombra torna-se mais acolhedora que um pequeno feixe de luz. Mas a custo da felicidade de quem? Dos olhares de repreensão de quem enxerga aquém, ou dos que se inibem por receio de se tornarem uma decepção na paleta de cores moldada pelo próximo?

O aconchego do armário vai muito mais além que os cobertores dobrados para amaciar o medo e transformá-lo em ternura. É como se cada peça de roupa pendurada em um cabide fosse uma verdade velada e protegida por um material impermeável de ações e reações. Ledo engano. Nem mesmo a textura mais macia pode resistir às sujidades porta à fora da madeira, da vida ou de quimeras o coração.

Redescobri, recentemente, quem foi meu primeiro crush na infância: Tuxedo Mask. Enquanto inocente, assistia à Sailor Moon, na extinta TV Manchete, com a mesma intensidade de que, em algum momento, eu encontraria um gato-falante pela rua, o qual me revelaria ser um guerreiro da Lua. Não encontrei. Não me transformei. Tampouco travei uma luta entre o bem e o mal. Mas conheci Tuxedo Mask.

… Continue lendo

Contra as Feras
Conversas, histórias, empoderamento e inspiração na voz daqueles que também possuem muito o que dizer sobre suas batalhas diárias contra as feras.
17 maio 18
Conselho 4: Tudo bem em sentir o que tiver que sentir

Recebi o convite da boss mais Bela & Fera de todas para fazer parte do especial Coisas que toda Garota deve Saber. Mas, como uma boa canceriana, logo me questionei: será que tenho algo para compartilhar? Foi então que ela mesma, num simples comentário, provocou um estalo dentro de mim:

Pense em um conselho que você gostaria de ter recebido.

E, assim, nasceu o tema. Inicialmente, achei carregado e negativo, mas, depois de digeri-lo melhor, admiti que seria necessário. Admiti que falar sobre esse sentimento é aquele algo que gostaria de ter ouvido quando mais nova. Mesmo não compreendendo como isso mudaria quem sou hoje.

… Continue lendo

Contra as Feras
Conversas, histórias, empoderamento e inspiração na voz daqueles que também possuem muito o que dizer sobre suas batalhas diárias contra as feras.
SIGA NO INSTAGRAM
@contraferas